• Em até 6x sem juros
  • .
  • Entrega expressa*
  • .
  • 1ª Troca grátis
 
 
 

Beleza além das medidas

março 14, 2017 / Plie.com.br

Você se sente bonita como está? Gosta do seu corpo? Quase todas as mulheres compartilham deste mesmo sentimento de inadequação e insatisfação. Isso porque desde cedo aprendemos que para ser bonita é preciso caber em padrões estéticos, muitas vezes, bem distantes do que somos. Seja porque temos o cabelo enrolado, muito bumbum ou pouco seios. Se os corpos são tão distintos, semelhante é a constante sensação de nunca estar bonita o suficiente.

O bebê, desde o ventre, começa ser pesado, medido. Se no início da vida “a gordura” é sinal de beleza, não demora muito para que se transforme em um problema. Embora 52,5% da população brasileira esteja acima do peso, como mostrou pesquisa da Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), ainda vemos sendo usados eufemismos como gordinha, cheinha, larga quando se referem aos gordos e gordas, uma atribuição meramente métrica, como ser alta, baixa ou magra. Isso nada tem a ver com beleza. Pelo menos não deveria.

As calças 36 que vestem grande parte das modelos famosas não cabem em quase nenhuma mortal. 40, 42, 44, 56. Não importa o número que a gente veste. A beleza está em todas as medidas.

Anne Pires, 29 anos, Publicitária e Designer Gráfico, mãe de 2 meninas, diz que sempre esteve além das medidas. “Eu sou acima do peso desde sempre. Não era gorda na adolescência mas todo mundo me fazia achar que sim. Sempre me desvalorizei e achei que merecia pouco por ser gorda. Depois de duas gestações foi quando eu fiquei gorda de verdade. No meio do meu processo de empoderamento como mulher e mãe, passei a ler sobre gordofobia e padrões estéticos e a ver a real beleza, ter clareza. Foi onde eu permiti me amar independente de como as pessoas me viam. E me perdoar por tantas tentativas frustradas de tentar me encaixar”.

 

Blog - Plus Size

Anne Pires é fotografada em ensaio de Mariana Corsi.

 

Anne tinha vontade de fazer um ensaio sensual, mas não se achava “adequada” para tal. Certo dia procurou sua amiga e fotógrafa Mariana Corsi e mostrou para ela uma imagem de um casal com uma mulher bem acima do peso. “Era uma foto super sensual e eu, na minha limitação toda de amor próprio custei a acreditar que aquilo existia: a sensualidade em uma mulher gorda”, conta a fotógrafa que também lida, como muitas de nós, com o conceito de beleza no manequim 36.

Desta forma surgiu esse ensaio entre amigas mulheres que buscam a beleza de ser quem são. O encontro com a beleza e sensualidade além das medidas impostas.

“Foi muito intenso meu ensaio, da preparação ao resultado final. Escolha das lingeries, maquiagem, cenário. A Mariana é minha melhor amiga por isso fiquei super a vontade. Testamos várias poses, vários ângulos e dávamos sugestões uma para outra durante as fotos. Foi um dia divertido, bem leve. Foi meu presente de aniversário” conta Anne.

A fotógrafa conta  que a cada clique bacana ela fazia questão de virar a câmera pra ela e dizer “olha isso! olha como você está linda! porque ela estava mesmo! Isso foi deixando o clima cada vez mais leve e Anne ainda mais segura e dona de si. O resultado ficou impressionante por que nós duas, ao mesmo tempo, fomos construindo essa segurança no que estávamos fazendo. A cada ‘olha você está linda’,  eu me sentia linda também, me desapegava daquele padrão que tanto me cobrava. Aceitar quem somos foi uma descoberta pra mim e para o meu preconceito de que é possível sim ser maravilhosa e sensual independente do tamanho da sua roupa”, relata Mariana.

 

Blog - Plus Size (2)

Anne Pires em ensaio de Mariana Corsi.

 

Mariana Corsi já tinha feito alguns ensaios sensuais, sem nunca publicá-los. “O ensaio da Anne foi construído ao longo do tempo. Foram anos conversando sobre a importância de mostrar a beleza além dos padrões impostos e, como somos muito amigas, eu queria muito proporcionar isso pra ela. Sem saber proporcionei para mim e outras mulheres uma quebra de paradigma. Somos lindas como somos e dá sim pra ser e se sentir amada, desejada e SENSUAL, mesmo fora do manequim 38”. ressalta a fotógrafa

Anne reconhece que a mídia começa a dar espaço para as belezas além dos manequins minúsculos. “Mas ainda sinto falta de uma modelo gorda real. Vejo um padrão de modelo plus size nas lojas também, um modelo ‘aceitável’ sem muita barriga, sem celulite, sem estrias. Essas modelos não representam a mim e a muitas gordas por aí. Onde está a variedade dos corpos?”, questiona.

Para Mariana o registro da beleza de verdade restitui o poder sobre nossa própria imagem. ”Ver que está linda ali, mesmo despida, mostrando a si mesma de forma real e crua e se apaixonar pelo resultado é se aceitar e se apaixonar por si mesmo! E quem divulga isso pro mundo, ajuda muitas outras mulheres a se verem de maneira diferente também”.

O primeiro passo para se sentir bonita e valorizar a sua real beleza é usar lentes que te permitem ver além das medidas: aceitar desmedidamente que somos lindas com todas as medidas.

 

Plié valorizando todas as medidas

 

Celebrando as diferenças Bárbara Fialho e Preta Gil fotografam campanha da Plié.

Bárbara Fialho e Preta Gil em making of de campanha para Plié.

 

A Plié se tornou marca referência no mercado de lingeries funcionais por sempre investir em produtos que valorizem todos os tipos de corpos das mulheres. O “respeito às curvas”. Tanto é  que  em suas campanhas, já trouxe nomes como Preta Gil e a top plus size americana, Tara Lynn.

 

Tara Lynn - Plié

A modelo plus size Tara Lynn em campanha para Plié.

 

Desde o inicio, rompemos paradigmas e trouxemos peças que vestiam do 36 ao 52, mostrando, valorizando  as formas do corpo feminino, em todas as numerações.

Sentindo a necessidade de atingir um número ainda maior de mulheres, lançamos, mais recentemente, o tamanho G1, que atende até a numeração 58.

No próximo post você vai conhecer como a peça foi feita para atender as reais necessidades das mulheres Plus Size. Vou contar como foi reunir várias mulheres além das medidas e ouvir suas necessidades físicas e emocionais.

Plié Respeito às Curvas

Blog

Respeito às curvas

Instagram . @PlieLingerie

Receba nossas newsletters

Preencha com seu nome e email para receber nossas matérias na sua caixa postal!