• Em até 6x sem juros
  • .
  • Entrega expressa*
  • .
  • 1ª Troca grátis
 
 
 

Beleza Desmedida

março 24, 2017 / Plie.com.br

Qual a medida exata da felicidade? A felicidade é desmedida, assim como a beleza também deveria ser: sem parâmetros métricos. Afinal, como diz o escritor Eduardo Galeano, “O corpo é festa.”.

Por isso a Plié se tornou marca referência no mercado de lingeries funcionais. Para nós, todos os corpos são festa e devem ser valorizados. Todos os tamanhos são valorizados: desde as pequeninas como Cleo Pires até as Plus Size como a Preta Gil e a top plus americana, Tara Lynn.

Desde o início rompemos paradigmas e trouxemos para o mercado uma grade com tamanhos que vestiam do 36 ao 52, mostrando que a lingerie correta valoriza as formas do corpo feminino, em todas as numerações.

Para atingir um número ainda maior de mulheres, ampliamos a grade de nossos best sellers, lançando também o tamanho G1, que atende até a numeração 58. O caminho até a criação das peças para esse público, no entanto, passou por um processo intenso para ouvir as reais necessidades de quem veste de 50 para cima.

A realização de inúmeras pesquisas e de um focus group comandado pela nossa  diretora de marketing, Marilene Ramos, foi essencial para captar as reais demandas das mulheres plus size. “Foram momentos muito ricos, onde pudemos ouvir e começar a entender os desejos mais íntimos e essenciais dessas mulheres. Desde o feedback nas redes sociais até o focus group, a troca de informações foi fundamental para desenvolver as peças dentro de suas reais expectativas.”, conta ela.

 

Andrea Boschin, 38 anos, modelo Plus Size 50

Andrea Boschin, 38 anos, modelo Plus Size 50

 

Ao contrário do enredo da maioria das pessoas que estão fora das medidas impostas pela sociedade, Andrea conta que nunca sofreu preconceito e aprendeu desde cedo com sua mãe a aceitar-se como é. “Muito embora tenha uma irmã que veste 38, lá em casa nunca houve uma cobrança. O espaço para a diversidade de ideias e biótipos me fez sempre ser feliz como eu sou.”, conta.

Andrea, que trabalha como modelo há 15 anos, conta que já recebeu todas as nomenclaturas que uma mulher acima do peso pode receber. “Quando comecei a desfilar era chamada de modelo de tamanhos especiais. Depois eu fui modelo tamanho GG. Depois nos tornamos modelos Plus Size porque o nome americanizado dá glamour.”, conta. Andrea usa o tamanho 50 ou 52 e conta que seu menor manequim, desde que se tornou modelo, foi 48.

Como modelo de provas de muitas marcas ela vê que o mercado mudou muito. Antigamente as roupas com esses tamanhos especiais eram sem caimento ou não traziam tendência da moda. “Hoje eu vejo uma busca das marcas para oferecer peças mais curtas, justas. A mulher que veste de 46 para cima não quer só se vestir, mas sim seguir também as tendências.”.

A relação de Andrea com a Plié é tão antiga quanto a própria marca. “No primeiro desfile que fiz já usei um tubinho Plié (50405). As lingeries modeladoras sempre fizeram parte da minha trajetória e eu sempre usei Plié. Eu indico para minhas amigas e familiares. Além de confortáveis e lindas, as peças permitem que a pele respire.”, conta Andrea.

Ela ajudou na seleção das modelos que participariam do focus group, que foi composto por mulheres que nunca tinham usado uma lingerie modeladora ou tinham tido uma experiência traumática com esse tipo de peça. “Elas puderam falar abertamente sobre isso. O mais incrível é que, além do pessoal do marketing, estava o pessoal da criação. Foi muito especial participar deste projeto de lançamento das peças tamanho G1, porque sei que o resultado veio para atender as reais demandas destas consumidoras. Nós pudemos falar e fomos ouvidas. O resultado das peças é sensacional, pois atende nossos desejos físicos e acolhe nosso emocional.”, comemora.

Amanda Cristina Campioni Valle, 29 anos, professora de inglês e modelo plus size 58, foi outra participante do focus group. Assim como Andrea, ela sempre foi acima do peso, mas com um roteiro biográfico bem diferente: ela nem sempre foi obesa. Por muitos anos foi professora de ballet.  “Neste meio eu era considerada obesa, apesar de não ser. Isso fortaleceu a minha dificuldade em me aceitar. Depois que parei de dançar, engordei muito. Isso mexeu muito com minha estima, relacionamentos.”, conta.

Foi depois que a Amanda entrou para o universo da moda Plus Size que as coisas mudaram em relação a aceitação de seu próprio corpo. Em contato com as modelos que já tinham aceitação com as formas fora dos padrões ela passou a se amar também. “Hoje eu consigo me aceitar, me amo do jeito que eu sou. A gente tem que se amar agora sem esperar que o padrão ame você, porque isso não vai acontecer.”, afirma.

Amanda conta que participar do focus group foi uma experiência que ela não vai esquecer jamais. “Foi uma experiência de mudança de vida. Eu sempre restringi muito o tipo de roupa que usava porque não caía bem. Foi quando eu conheci as peças Plié lá no focus group que as coisas mudaram muito. As peças, além de serem encantadoras, são muito confortáveis. Depois de conhecer as peças Plié eu mudei meu guarda roupa porque meu corpo ganhou forma, cintura, principalmente com os Bodys Plié.  As bermuda.s além de modelarem e acinturarem, ainda evitam a fricção das coxas. O tecido não esquenta e modela sem apertar.”, conta satisfeita.

Mas, além das peças, Amanda considera o evento muito importante para a construção de  uma experiência de respeito e escuta profunda. “Eu realmente me emociono em lembrar e fico feliz porque sei que essas peças podem ajudar muita gente a se sentir linda como é, com um corpo grande, com suas formas valorizadas.” conta Amanda.

 

Amanda Cristina Campioni Valle, 29 anos, professora de inglês e modelo plus size 58

Amanda Cristina Campioni Valle, 29 anos, professora de inglês e modelo plus size 58

 

Amanda se tornou uma consumidora Plié e não sai de casa sem. “As peças não mudam meu corpo, mas sim valorizam com conforto. Me olhar no espelho com a cinta me deixa muito feliz. Me sinto muito bem, com meu corpo e alma. Isso é algo que tem um valor inominável. Posso usar a roupa que eu quiser porque agora tenho como valorizar as formas do meu corpo.”, finaliza Amanda.

Independente do tamanho e das regras, a Plié acredita que o importante é ser feliz, com conforto e segurança.  Esse é um valor que acompanha a marca desde sua fundação, há 16 anos, pesquisando e fabricando novas modelagens a cada ano, para vestir e modelar todas as curvas com conforto absoluto.

 

blog_fotos2

 

Conheça a história de Andrea, que usa tamanho 50 e Amanda, 58, com seus desafios e conquistas para o encontro com a beleza desmedida e com a felicidade cabe em todos os tamanhos. Neste post você conhece também nosso trabalho para ouvir as necessidades, sonhos, desejos das mulheres Plus Size para elaborar produtos que valorizem suas formas.

E você, qual sua experiência com a Plié?

Plié Respeito às Curvas

Beleza além das medidas

março 14, 2017 / Plie.com.br

Você se sente bonita como está? Gosta do seu corpo? Quase todas as mulheres compartilham deste mesmo sentimento de inadequação e insatisfação. Isso porque desde cedo aprendemos que para ser bonita é preciso caber em padrões estéticos, muitas vezes, bem distantes do que somos. Seja porque temos o cabelo enrolado, muito bumbum ou pouco seios. Se os corpos são tão distintos, semelhante é a constante sensação de nunca estar bonita o suficiente. Continuar Lendo…

Dia Internacional das Curvas

março 8, 2017 / Plie.com.br

Ser mulher, entre tantas coisas,  é ter e honrar muitas curvas em um mundo tão cheio de linhas retas.

As curvas em todas as suas formas. Continuar Lendo…

Caia na folia com sua melhor lingerie!!

fevereiro 24, 2017 / Plie.com.br

Foi-se o tempo em que lugar de lingerie era embaixo das roupas. No Carnaval, vestimos fantasias na tentativa de assumir personagens, brincar de ser outro alguém ou a melhor parte de nós mesmas, porque não?!?

As fantasias, sejam elas vontades ou roupas mais ousadas, podem desfilar na nossa mente ou na avenida. Divertir é preciso! Boas lingeries podem contribuir para criar personagens e looks autênticos.

Continuar Lendo…

DUBLÊ DE CORPO

dezembro 14, 2016 / Plie.com.br

O post de hoje já começa com um desafio fashion: duvido que você não tenha pelo menos um body no seu armário!

Já faz um tempinho que os bodies explodiram na mídia – celebridades, blogueiras de moda, personagens de novela – numa infinidade de formas, cores e tecidos. E esta peça pode (e deve) ser nossa aliada na hora de montar um look.

 

Continuar Lendo…

Beleza Sem Limites

dezembro 5, 2016 / Plie.com.br

“A vida é muito mais bonita e complexa do que um número em uma escala.” Com esta frase, Tess Holliday, uma das modelos plus size mais bem sucedidas da atualidade, resume tudo! Chega de preconceito e de rótulos.

Ainda bem que a moda vem fazendo seu papel derrubando os “padrões” e se rendendo às mulheres curvilíneas. Sim, a moda plus size é uma realidade!

Continuar Lendo…

ESPORTE FINO

novembro 17, 2016 / Plie.com.br

Não é de hoje que a moda flerta com os esportes. Em meados da década de 20, por exemplo, Mademoiselle Chanel (de novo ela) se apropriou do tweed das roupas masculinas de caça para criar um traje feminino que, apesar de causar alguns escândalos na época, posteriormente se transformaria no seu icônico tailleur.

Continuar Lendo…

VEM CHEGANDO O VERÃO…

novembro 8, 2016 / Plie.com.br

As flores já explodiram suas cores mostrando que a primavera chegou! E, além de tudo ficar mais colorido e apaixonante, significa que a estação mais incrível do ano está se aproximando… SIM… é hora de se preparar para o verão!!!

Continuar Lendo…

Tecnologia e lingerie? Tudo a ver!

outubro 14, 2016 / Plie.com.br

E quem provou isso há poucos dias foi ele, Karl Lagerfeld, o “kaiser” da moda, diretor criativo da maison Chanel em seu desfile na última semana de moda de Paris. Segundo ele mesmo: “Esta é a tecnologia. Mas com a lingerie, que é a tecnologia íntima!” Continuar Lendo…

VEM CÁ, CINTURA FINA!

outubro 6, 2016 / Plie.com.br

Como já mostrava Luiz Gonzaga em sua canção, a gente passa a vida toda em busca do nosso “cálice sagrado”. E por mais que a história da moda nos conte que as silhuetas variaram no decorrer das décadas, séculos e milênios, o foco sempre foi a tããão desejada cintura fina! Quem esquece a famosa cena em que Mammy (Hattie McDaniel) aperta o espartilho de Scarlett O’Hara (vivida pela atriz Vivien Leigh) em “E o Vento Levou”? Continuar Lendo…

Blog

Respeito às curvas

Instagram . @PlieLingerie

Receba nossas newsletters

Preencha com seu nome e email para receber nossas matérias na sua caixa postal!